12/03/2010

O Filho de Deus Nas Bodas de Kanah

João 2:1-12

Introdução

1º Ano Ministerial do Filho de Deus dentro de Israel.
Norte do País hebreu – Território da Galiléia Cidade de Kanah.
O Filho de Deus atende um convite amigo para estar presente num casamento especial. Sim, especialíssimo! Os nubentes eram amigos do Salvador! Convidados a casamento são escolhas feitas a dedo. Convidamos unicamente amigos e grandes amigos. Os nomes desses amigos do senhor não aparecem – e daí? Nem sempre os nomes dos verdadeiros amigos do Filho de Deus  são conhecidos.
Em determinado momento no casamento em Kanah, esgotou-se o vinho. Exatamente o vinho. Nos grandes banquetes orientais, vinho era bebida prioritária, solicitada a cada momento. Na história de quaisquer tipos de banquetes orientais, o vinho sempre aparece soberbo. Não podia haver banquete sem vinho.
UMA NOTA ESPECIAL: Nesse casamento Jesus Cristo manifesta-Se como Deus. Ele começa Seu ministério mostrando a força de Sua divindade dentro da humilde Kanah. Suas ações são as ações do Pai Todo-Poderoso.
Na ausência inesperada da única e melhor bebida oriental, o que certamente levaria noivos, pais dos noivos, amigos dos noivos, etc. etc. a um grande constrangimento, o Filho de Deus manifestou o poder de Sua divindade ao transformar água em vinho de primeiríssima qualidade. Vinho realmente vinho. Vinho qualificado publicamente de melhor sabor que o que acabara. Não era meramente a Pessoa do filho de Maria que fazia-se presente naquele matrimônio, e sim, Deus.

Manifestações do Pai no Filho
Pró-Casamento em Kanah

·        YHWH Shammah “O Senhor está presente” (a presença do Filho de Deus no matrimônio de Kanah, ilustra a presença do próprio Pai)
·        YHWH Yiré = “O Senhor que provê” (O Filho de Deus transformou a água em vinho providencial – Foi a manifestação da providência de Deus em prol da festa matrimonial).
·        El Shadday = “Deus – O Todo-Poderoso” (a água transformada em vinho manifestou-se como um milagre inédito na história de Israel. Um negócio jamais visto. Com certeza, aos olhos das pessoas ali presentes, um ato do Deus Todo-Poderoso – El Shaday)
·        El’Nosse = “Deus de compaixão”(Salmo 99:8) – O milagre foi realizado com base na compaixão do Filho de Deus pelos apreensivos noivos, etc. A ausência de vinho num banquete matrimonial no oriente antigo, equivalia à ausência do bolo-de-noiva num casamento no Brasil, por exemplo. ENTÃO, quão desesperados e sofridos ficaram os noivos ao receberem a informação que o vinho havia acabado.   
·        YHWH Elohim = “Criador de todas as coisas” (O Filho de Deus mostrou aos presentes ao casamento que, na qualidade de Filh0 do altíssimo, a água é criação Dele. Conseqüentemente, rendeu-se a Ele, o Supremo Criador, tomando, diante da Palavra Dele, a forma de vinho).
SE houvesse necessidade de óleo, a água seria transformada em óleo.
SE houvesse necessidade de pão, a água seria transformada em pães.
SE houvesse necessidade de carne, a água seria transformada em carne.
Ele, O Filho de Deus, é o Criador de todasas coisas.
Epílogo: Jesus Cristo ainda é o mesmo e o será por todos os séculos dos séculos. Diante da manifestação Dele, pau-que-nasce-torto não morrerá torto. O coração de pedra transforma-se em carne. O feio fica bonito. As águas amargas da vida transformam-se em vinho, leite, mel.

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: