06/10/2010

Uma Família em Estado de Lepra


“Uma Família em estado de lepra”

2 Rs 5.1


Naamã

ü Comandante (CHEFE) do exército do rei da Síria
Comandante, do hebraico רש – sar = general, governante, príncipe, capitão, líder, chefe, oficial.
ü Grande homem diante do seu senhor
ü De muito conceito (RESPEITO)
ü Por ele o SENHOR dera vitória à Síria
ü Era ele herói de guerra
Herói do hebraico רובג = gíbôr – forte, valente, guerreiro, herói.

PORÉM

...Leproso.
Lepra, do grego leproV - lepros – Etimologicamente é “doença maligna”.
NOTA: Para eliminação de varias doenças, Jesus usava o verbo “curar”, porém, para eliminar a lepra, o Senhor usava o verbo “limpar”.

Naamã, do grego neeman - Neeman = deleite, satisfação, prazer.

A felicidade de uma família não pode ser completa enquanto houver a ausência da figura paterna.
Nos tempos antigos, em toda casa onde havia, um guerreiro, um soldado, havia também sempre a ardente expectativa da volta deste ente querido ao seu lar. Pois os soldados quando saíam à guerra, não tinham a mínima certeza se voltariam para seus lares e para o seio de suas famílias.
Certamente, o deleite da família deste homem de guerra era o retorno de seu marido e pai herói.

A serva da mulher de Naamã.
A palavra “servo” é antônima de “senhor”.
 Consultemos o grego original:
Servo em grego é douloV - dulos .
Etimologia – aquele que não tem posses; que não tem vontade própria; escravo.

Senhor em grego é kurioV - kyrios
Etimologia – senhor, dono, amo, proprietário.

A menina escrava notou um problema nessa família aparentemente perfeita:
O provedor, o herói, o grande Naamã estava doente.
A lepra trouxe divisão, separação e distanciamento.
Acabaram-se todas as formas de carinho, contato corporal e etc.
Essa pequena menina e grande serva de Deus, possuía uma Unção específica – a Unção sacerdotal. Ela tinha o dom de interceder pelos outros.
Como um sacerdote, ela levou as causas de Naamã até o seu Deus.
A menina escrava profere uma palavra que somente um crente verdadeiramente liberto pode pronunciar:
“Tomara o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria de sua lepra”.
 O apostolo Paulo disse a Timóteo:
“Estou sofrendo até algemas como um malfeitor; contudo, a palavra de Deus não está presa!”. 2 Tm 2.9

A Fé de Naamã

Fé do grego pistiV - pistis,  etimologicamente é convicção; persuasão firme.
Naamã creu na palavra de Deus. Tomou posse daquela Palavra.
A fé gera esperança.
A palavra grega para “ESPERANÇA” é ἐλπίς – elpis, que significa: “expectativa favorável e confiante”.

A Falta de uma Unção específica sobre a vida do rei Jorão ( Israel Norte)
ü A Falta da Unção real ou monárquica.

A Unção profética sobre a vida de Elizeu

A Escola chamada “Rio Jordão”
Quando Elizeu ordenou que Naamã mergulhasse sete vezes no Jordão, estava querendo ensinar aquilo que tempos atrás havia aprendido com Elias – Os domínios da humildade!
Primeiro, Elias conduziu Eliseu a Betel

BETEL significa “Casa de Deus”.
O alvo do discípulo é o revestimento de poder.
ENTRETANTO, no meio do caminho, é preciso que o discípulo deixe-se levar pelo Mestre à Casa de Deus.
EM BUSCA DE CURA E LIBERTAÇÃO, a Casa de Deus precisa e deve estar no começo do caminho.....
ELIAS conduziu Eliseu a BETEL....
JESUS CRISTO é o nosso condutor à vida da Igreja....João 14:6. 15:5.
BETEL é a cidade mais citada na Bíblia, depois de Jerusalém.
A IGREJA, depois do Céu, precisa ser o alvo da vontade do crente.


Depois, Elias conduziu Eliseu a Jericó

JERICÓ significa “Lugar de fragrância”.
NOTA: “Fragrância”, na realidade, era apenas uma fachada para esconder a verdadeira identidade de JERICÓ: “Lugar amaldiçoado”.
NO CAMINHO, EM BUSCA DE VITÓRIA FAMILIAR, encontraremos agentes da maldade, do pecado, da resistência de Satanás....
O MESTRE conduz-nos a grandes experiências práticas no deserto.. Os 2:14.
João 16:33.
EM BUSCA DAS BENÇÃOS DE DEUS, precisamos romper muralhas.
É em Jericó que conheceremos o poder do grito pentecostal que derruba...

Finalmente, Elias conduziu Eliseu ao Jordão

O JORDÃO é a experiência final. Indica que A CURA aproxima-se.....
JORDÃO, significa “o que desce”.
NOTA: O passo final, antecedendo o revestimento do discípulo, indica que este precisa e deve estar nos domínios da humildade. Jr 18:1ss.
Não podemos e nem devemos ir sozinhos aos domínios da humildade. É preciso a presença do Mestre.




A Unção do leproso sobre a vida de Naamã

Levíticos 14.17,18
Primeiro o sangue, depois o óleo.
Primeiro Jesus, depois o Espírito Santo.

Adelson R. Buenos
Ministério Makários
www.teologiamakarios.blogspot.com





Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: