30/01/2011

SINAIS E MARAVILHAS NA IGREJA

SINAIS E MARAVILHAS NA IGREJA
Σημεία και τέρατα Εκκλησία



Texto Áureo
Kείμενο  Xρυσό <Áureo>
Testificando também Deus com eles, por sinais, e milagres, e varias maravilhas, e dons do Espírito Santo – Hebreus 2:4
Gregoσυνεπιμαρτυροντος (testemunhando com {eles}) το Θεο (Deus {O Altíssimo}) σημείοις (por sinais) τε (tanto) κα (quanto) τέρασι (por prodígios) κα (e)ποικίλαις (vários) δυνάμεσι (milagres) κα (e) Πνεύματος ({de} [o] Espírito) γίου(Santo)...


Nota Especial
Pertinente a Hebreus 2:4

·         Sinal (sing)do grego σήματος – símatos.
·         Sinais (pl), do grego σημείοις – simís.
·         Etimologias: Fatos que chamam outros fatos à memória – Aviso de alguma coisa – Marca distintiva – Fazer saber – Designação definidora atribuída a algo ou alguém.
·         DEUS, em Hebreus 2:4 – aparece na forma grega Θεο - TheuSignifica: “O Deus Altíssimo”.
·         PRODÍGIOSdo grego τέρας – térasAquilo que é extraordinário, fabuloso, espantoso, sinal miraculoso, que surpreende, etc. 
·         MILAGRES: do grego δυνάμεσι – dinámesiOcorrências, fatos, acontecimentos sobrenaturais e miraculosos.



Verdade Prática
Πρακτική Aλήθεια = Praktikí Alíthia


A Igreja evangelizadora (isto é, Igreja condutora do Evangelho) e missionária (Igreja dinâmica, ativa, fiel) jamais deixará de operar milagres e prodígios (milagres e maravilhas são parte integrante da Igreja revelada pelo Senhor Jesus em Mateus 16:18), pois o Deus do impossível tem um sério compromisso com os que proclamam as boas novas.
Impossível, do grego αδύνατος – adýnatos.
Etimologias: Aquilo que não pode ser realizado – Irrealizável – Aquilo que não pode ser concebido – Que não pode acontecer.
Boas novas, do grego  Ευαγγέλιο – evangélio. Significa: Notícias novas – boas notícias.


Nota Especial.
A Teologia do Destino
dos Dons Espirituais
Geradores de Sinais e Maravilhas na Igreja

1.      Autenticar a Igreja na localidade como Igreja genuinamente poderosa, através de manifestações do poder de Deus para curar, libertar, fazer milagres e maravilhas.
2.      Capacitar a Igreja de forma sobrenatural para os exercícios da Obra de Deus na terra.   
3.      Conduzir a Igreja na localidade a empreendimentos inimagináveis ao homem natural, revelando a vontade de Jesus à Sua Igreja, diuturna, semanal, mensal e anualmente.
  
Milagres e Maravilhas
O Dom de operação de Milagres tem a finalidade de manifestar o grande e tremendo poder de Deus para  realizar aquilo que, aos olhos humanos  jamais terá solução. Atos 9:36-40.  19:11-12. 20:9-10, etc. etc. Numa época de tantas doenças e enfermidades incuráveis, cabe à Igreja de Jesus vencer  esses males no nome do Senhor e, consequentemente, conduzir multidões a Cristo através desses profundos sinais  manifestos através do Dom de Operação de Milagres. Infelizmente, as localidades não estão sabendo nem mesmo como curar vidas enfermadas por simples  males tais como  encefalía (dor de cabeça),  dor de barriga, estômago, etc. Promulgamos sete dias,  sete semanas, novenas,  etc. para isso e para aquilo e, nada. Absolutamente, nada. A Igreja de Jesus precisa dos Dons Espirituais para viver na terra e provocar glórias eternas a Jesus. Conheçamos alguns termos gregos usáveis em prol da palavra “milagre”.  


·         Θαυμάζω – thavmázo:  ficar atônito,  maravilhar-se, ficar surpreso.
·         Θαυμα – thavma: objeto de admiração, prodígio, maravilha,  milagre.
·         Θαυμάσιος – thavmásios:  maravilhoso, notável.
·         Θαυμαστός – thavmastós: prodigioso, maravilhoso, admirável.
·         Εκϑαυμάζω – ekthavmázo: ficar grandemente admirado.
·         Θαμβέω – thamvéo:  ficar atônito, admirado.
·         Εκϑαμβέω – ekthamvéo: ficar assombrado, alarmado.
·         Εκϑαμβος – ekthamvos:  totalmente atônito.
·         Θάμβος – thámvosassombro, medo.
·         Σημειον – simionsinal, maravilha,  milagre.
·         Τέpας – térassinal milagroso, prodígio, portento,  presságio, maravilha.


Maravilhaαναρωτιέμαι – Anarotiéme.
Obs: “Maravilha” encontra-se um patamar acima daquilo que é milagre. Significa: Espantoso – Ação ou aquilo que contraria as leis naturais. Prestemos atenção: Uma pessoa não nasce cancerosa, porém, se contrai o câncer e Jesus a cura, é milagre! Uma deficiência física que não procede de berço, e sim de circunstâncias desagradáveis da vida secular, caso Jesus Cristo a desmanche, curando ou libertando a pessoa, o fato é e deve ser considerado milagre!!! A mesma coisa é válida para o vírus da AIDS ou qualquer outro fato letal ou constrangedor à vida humana – Caso Jesus Cristo interfira mudando o curso da anormalidade e reconstruindo a vida da pessoa, isto é milagre. Porém, a operação de maravilhas encontra-se num patamar acima daquilo que reconhecemos como milagre. Por quê?
Porque a palavra maravilha, do grego anarotiéme, significa: Fato sobrenatural que contraria as leis da natureza – Fato espantoso e extraordinário. Exemplos de anarotiéme(maravilha): As águas do Mar Vermelho e do Rio Jordão partidas ao meio (Deus mexeu exatamente na natureza do mar e do rio. Temporariamente, perderam seu curso natural) – O sol retido por quase um dia inteiro, após oração de Josué – Isto é maravilha!!!! Fogo do céu desceu sobre o Monte Carmelo, após oração do Profeta Elias – Isto é maravilha!!! O arrebatamento de Enoque e Elias em pleno curso da vida física – Maravilha!!! 
SINAIS e MARAVILHAS conviveram diuturnamente com a Igreja do Senhor Jesus no 1º Século. Eles fazem parte das atividades do Corpo de Jesus. A Igreja local precisa e deve refletir o Corpo. Igreja local que não convive com sinais, prodígios e maravilhas, com absoluta certeza, corre sério risco de não ser Igreja do Senhor Jesus.

1º Co 12:10
Operação Sobrenatural da Parte de Deus na Igreja

·         10 E a outro a operação de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretação das línguas.



Basicamente a Bíblia Sagrada
Revela Três tipos de Dons

1)     Dons Naturais – Procedentes de berço de nascimento.
2)     Dons Ministeriais – Doados por Jesus (Ef 4:11-12).
3)     Dons Espirituais – Doados pelo Espírito Santo – (1º Co 12 e 14). Esses Dons Espirituais têm por finalidade autenticar os serviços da Igreja como os serviços do próprio Senhor Jesus. Igreja local desprovida de Dons Espirituais é simplesmente o espelho de uma casa de religião – um local de reunião de religiosos bem comportados – um lugar onde aprende-se ler a Bíblia Sagrada e interpretá-la razoavelmente e nada mais que isso.

No gregoDOM é χάρισμα – Chárisma (singular).
No pluralDOM é χαρισμάτων – Charismáton ou χαρίσματα – Charísmata.
TraduçãoFORÇA DIVINA CONFERIDA A UMA PESSOA – “dom da Graça, dom envolvendo a Graça”.
Poucos assuntos no Novo Testamento são tão importantes quanto os Dons Espirituais.
Capítulo 12 de 1 Co. Descreve os Dons Espirituais e o Corpo de  Cristo, a Igreja.
Capítulo 13 de 1 Co. Descreve o amor [na expressão sacrificial], o único elemento que pode dar valor ao ministério dos Dons Espirituais.
Capítulo  14 de 1 Co.REGULA o ministério dos Dons Espirituais  na Igreja de Jesus.

Dom de ProfeciaΧάρισμα της προφητείαςLemos em Jr 23:28 “O profeta que tem um sonho, conte o sonho; e aquele em quem está a minha palavra, fale a minha palavra, com verdade. Que tem a palha com o trigo? – diz o Senhor”.  A palavra profecia, do grego profitíassignifica  “predição do futuro feita por um profeta”.  Existe o profeta procedente doMINISTÉRIO DE PROFETA, uma doação de Jesus  (Ef.4:12) e o profeta  que procede do DOM ESPIRITUAL DE PROFECIA, uma doação do Espírito Santo (1 Cor.12:10). Então, entendamos: existe O DOM MINISTERIAL DE PROFETA e DOM ESPIRITUAL DE PROFECIA. Não existe dom espiritual de profeta, e sim Dom Espiritual de Profecia. O Dom Espiritual de Profecia tem por finalidade comunicar a mensagem de Deus à  Igreja na localidade ou ao membro, isoladamente. O Dom Espiritual de Profecia jamais destinar-se-á à orientação de assuntos pessoais, particulares. Exemplos: casamento, namoro,  eventos de aniversário, etc. NÃO! A finalidade única do Dom Espiritual de Profecia encontra-se em 1 Cor.14:3.  (1) Exortar  (2) Consolar (3) Edificar.  Entretanto, o Dom Espiritual de Profecia é tremendamente melindroso, principalmente porque praticamente todos os crentes desejam possuí-lo. Então, as possibilidades de fraudes na área deste Dom Espiritual são enormes. Não somente Satanás, mas o próprio homem desprovido da Graça do temor de Deus aproveitam quaisquer tipos de brechas que surgirem  para  fraudá-lo.  Duas fontes estranhas costumam  fraudá-lo  com grande frequência, quando O Dom Espiritual de Discernimento dos espíritos encontra-se ausente na localidade:
(i)      O espírito humano. Jr.23:16-17. 31-32; 16-17.
(ii)    O espírito satânico. Jr.23:13-14.              


Dom de Discernimentos de espíritos.  Χάρισμα του διακρίσεις(discernimentos) πνευμάτων – pnevmáton (espíritos). Três espíritos podem atuar dentro de um templo evangélico: (1) O espírito humano (2) O espírito satânico e (3) O Espírito Santo de Deus que, não somente pode atuar dentro dos templos evangélicos, mas sim DEVE ATUAR NA VIDA DA IGREJA DE JESUS. O substantivo grego διακpίσις – diakrísis – se emprega no sentido dedistinguir ou diferenciar entre os espíritos  (1 Co. 12:10), e entre o bem e o mal (heb.5:14).  Etimologias: “estabelecer diferença, separar, distinguir, ver ao longe, divisar, enxergar,  dividir, separar”. O Dom Espiritual de Discernimento de espíritos tem por finalidade revelar a verdadeira fonte das manifestações espirituais em quaisquer lugares. No que tange à Igreja de Jesus na localidade,  certamente qualquer que seja a fonte de manifestação espiritual dentro da casa de Deus será 100% desvendada,  conhecida. O servo do Senhor, a Igreja santa, de posse desse magnífico Dom espiritual vê e esquadrinha a fonte espiritual. Afinal,  os espíritos são três:  1) O  Espírito Santo de Deus.  2) O espírito satânico. 3) O espírito humano.
Anotemos, pois: Quando a Igreja de Jesus na localidade carece da presença do Dom espiritual de discernimento dos espíritos, fatalmente, o Diabo, seus demônios e o homem carnal e profano farão na localidade o que bem entenderem  fazer dentro dos domínios do Dom de Profecia, principalmente. UM CÁOS. Leiamos At 8:19-21. 5:1-11.  A brecha por onde entram vitoriosos  o espírito humano e o espírito satânico na casa de Deus na localidade chama-se: ausência do Dom Espiritual de Discernimento dos espíritos.
Dom de Gêneros de LínguasΧάρισμα της γένη γλωσσν.GÊNEROS OU DIVERSIDADE DE LÍNGUAS ESTRANHAS. PRESTEMOS ATENÇÃO: No batísmo com  o Espírito Santo o crente pronuncia  línguas estranhas como SINAL do batísmo. Atos 2:4. 10:46.  No entanto, ao receber o Dom de Variedade de Línguas, o crente falará uma diversidade de línguas estranhas. O Dom de Variedade de Línguas NADA tem a ver com a cultura dos idiomas de  nações.  Trata-se da manifestação da mente de Deus por intermédio de todos os sistemas de fala do ser humano. As línguas estranhas podem se manifestar de duas maneiras: PRIMEIRA: As línguas não interpretáveis (LÍNGUAS DEVOCIONAIS) – Trata-se das línguas estranhas como sinal do batísmo com o Espírito Santo. Línguas estranhas no ato do batísmo com o Espírito Santo NÃO CARACTERIZAM-SE COMO DOM ESPIRITUAL, e sim trata-se de um sinal. Todo cristão evangélico precisa entender que, ao ser batizado com o Espírito Santo, Deus tem propósitos específicos e maiores que visam unicamente a Igreja na localidade.  Se um crente é batizado com o Espírito Santo e não trabalha para receber o Dom Espiritual de Diversidade de Línguas, está fracassando diante do propósito de Deus para Sua Igreja na localidade. O sinal do batísmo com o Espírito Santo é bom, mas o Dom Espiritual de Diversidade de Línguas é infinitamente melhor. O sinal é a  porta aberta para que entremos nos domínios dos Dons Espirituais. SEGUNDA: As línguas interpretáveis (linguas congregacionais) – Línguas estranhas como sinal do Batísmo com o Espírito Santo não são interpretáveis. O Dom Espiritual de Diversidade de Línguas, sim. Um Dom Espiritual interpreta outro Dom Espiritual. O Dom Espiritual de Diversidade de Línguas difere das línguas estranhas do batísmo com o Espírito Santo nos seguintes aspectos:  (1) PROPÓSITO:  a) Do batísmo: Conduzir o servo de Deus a uma  grande   dimensão de vida em relação a Jesus. b) Do Dom de Línguas: Edificar TODA a Igreja de Jesus na localidade. (2) OPERAÇÃOa) Do batísmo:   Inspirar o crente a louvar e a glorificar o nome do Senhor Jesus Cristo. b) Do Dom de Línguas: O Dom de Línguas visa confirmar a palavra bíblica ensinada na Igreja do Senhor. Por isto justifica-se 1 Co.14:27-28. Por quê? Ora, porque não seria proveitoso para a Igreja muitos falarem línguas em voz audível ao mesmo tempo. 14:28, diz: “Não havendo intérprete fique calado na igreja, falando consigo mesmo e com Deus”. TODAVIA,  o versículo 39recomenda-nos: “...e não proibais o falar em outras línguas”Versículo 20 “não sejais meninos no juízo”. Versículo 40 “...decência e órdem”.Versículo 32 “E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas”. QUANDO O PROFETA perde o controle do seu comportamento, é porque  trata-se de um profeta falso na localidade da Igreja de Jesus. O DOM DE VARIEDADE DE LÍNGUAS ESTRANHAS jamais será totalmente proveitoso à Igreja na localidade, caso um outro Dom Espiritual também de inspiração verbal  [CITAREI A SEGUIR] inexista nessa mesma localidade.


Dom de Interpretação das LínguasΧάρισμα της ερμηνείας των γλωσσώνO Dom de Diversidade de Línguas somente será proveitoso  e útil  à Igreja de Jesus caso haja a seu lado O DOM ESPIRITUAL DE INTERPRETAÇÃO DAS LÍNGUAS  (faladas no Dom de Variedade  de Línguas).  Em caso de ausência do Dom de Interpretação das Línguas, o Dom de Diversidade de Línguas jamais será proveitoso e útil  à vida  da  Igreja de Jesus na localidade.  O Dom de Interpretação de Línguas, inclusive, administra até mesmo as línguas estranhas faladas como consequência do Batísmo com o Espírito Santo. Por quê?  Porque esse Dom tem a faculdade de conhecer  somente as línguas de origens celestiais e nada mais que isto. Se a língua falada  for de caráter humano ou satânico, certamente será  identificada como tal pelo DOM ESPIRITUAL DE DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS e,  consequentemente, não  obterá  a atenção e o respeito especial  do Dom de Interpretação das Línguas. PERGUNTO: É possível a Igreja na localidade possuir vida plena sem a presença dos Dons Espirituais?? Poderemos até ser uma belíssima escola de religião, onde todos cantam, estudam bíblias, pregam, oram, jejuam, etc. Igreja de Jesus, PODEROSA, POTENTE, DESTEMÍVEL, IMBATÍVEL, VENCEDORA DIANTE DAS PORTAS INFERNAIS,  NÃO! Ainda não. Dentro dos padrões bíblicos, somente  com a presença dos magníficos  Dons Espirituais. Algumas advertências devem ser levadas em consideração: Ez.22:28. 13:9-16. 13:17; 23. Mq. 3:5-6. Jr.23:15-22; 25-26 e 32.
Nota Especial: Os Dons Espirituais têm por finalidade única e indivisível atender a vida da Igreja de Jesus na terra. Não projetam a pessoa física do crente!  

At 3:5-6
Os Milagres são Realizados em Nome de Jesus
OS DONS procedem do Espírito Santo (ELES PRECISAM ESTAR INSERIDOS NO CRENTE)
O NOME “JESUS” é a única Fonte Liberadora de Milagres

·         5 E olhou para eles (isto é, o deficiente físico olhou para Pedro e João – eram conhecidos dele – afinal, todos os dias, à hora da oração vespertina, ambos passavam por ali e, esse moço, o coxo, possuía um antigo espaço nas proximidades do Templo), esperando receber deles alguma coisa (a esmola de sempre – os míseros trocados de sempre – o que mais se pode esperar de um crente sem o poder do Espírito Santo a deficientes que ficam à porta da casa de Deus??? Acontece que o Pedro e João daquela tarde não eram os mesmos dos dias anteriores... SIM! Não eram os mesmos crentes que todos os dias por ali passavam e nada mais eram que simples religiosos – Crentes meramente práticos e nada mais que isso. Pedro e João, agora, procediam de Pentecostes – CASO o deficiente físico perguntasse a Pedro e João o que estava acontecendo a eles naquela tarde, diriam: O Espírito do Senhor é sobre nós!!).
·         6 E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho (ISTO É, TENHO PODER E AUTORIDADE DE DEUS PARA CURAR, LIBERTAR...) isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.


Atos 3:12
(OS MILAGRES) Não São para ostentação Pessoal

·         12 E quando Pedro viu isto, disse ao povo: Homens israelitas, por que vos maravilhais disto? Ou, por que olhais tanto para nós, como se por nossa própria virtude ou santidade fizéssemos andar este homem? Obs: É exatamente esse o comportamento moral e espiritual que Deus espera de Seus servos nos quais, Ele, o Todo-Poderoso, insere uma minúscula partícula de Seu imensurável, extraordinário e transcendental poder. Filipenses 2:6-11. 2 Co 4:8-12.  

Pr Joel Machado
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: