27/01/2013

EÚDE, O LIBERTADOR DE ISRAEL









EXEGESE DE JUÍZES 3.12-31
Texto em Edição...
Existem revelações tremendas contidas na história de Ehude. Um filho da mão direita que é canhoto escolhido por Deus para libertar o povo de Israel.

12. Os filhos de Israel tornaram a fazer o que era mau aos olhos do Senhor; então o Senhor fortaleceu a Eglom, rei de Moabe, contra Israel, por terem feito o que era mau aos seus olhos.

13. Eglom (Filho de um bezerro. O bezerro aponta para a divindade Moloque entre os cananeus, também chamado de Quemos em Moabe. portanto, filho de um bezerro é filho de Satanás), unindo a si os amonitas e os amalequitas, foi e feriu a Israel, tomando a cidade das palmeiras. Identificamos aqui três inimigos de Israel, assim como cada servo de Deus possui três adversários: O diabo, a carne e o mundo.

Eglom, o monarca moabita, havia tomado posse de antigos territórios israelitas. A cidade das palmeiras é a famosa cidade de Jericó, que foi entregue por Deus ao povo de Israel.

14. E os filhos de Israel serviram a Eglom, rei de Moabe, dezoito anos.

Dezoito anos de opressão! O pecado trouxe consequências terríveis para os habitantes de Israel.

15. Mas quando os filhos de Israel clamaram ao Senhor, o Senhor suscitou-lhes um libertador, Eúde (num período de tempo em que o povo fazia o que queria, onde a nação estava divida com cada tribo buscando seus próprios interesses, Deus levanta um libertador chamado Ehude, que significa “UNIDO”), filho de Gera (UM GRÃO), benjamita (FILHO DA MÃO DIREITA), homem canhoto (QUE USA A MÃO ESQUERDA, OU SEJA, ALGUÉM QUE É DIFERENTE DE TODOS. EÚDE FAZIA PARTE DE UM GRUPO DIFERENCIADO – JZ 20.17. ENQUANTO A TRIBO DE BENJAMIM ERA FILHA DA MÃO DIREITA, EÚDE ERA CANHOTO). E, por seu intermédio, os filhos de Israel enviaram tributo a Eglom, rei de Moabe.

Ehude é o tipo de servo de Deus que anda na contramão do sistema. Ele pertencia à tribo de Benjamim, que significa filho da mão direita, porém Ehude era canhoto. Se hoje, ser canhoto causa alguns transtornos, quanto mais naquela época. Ehude  pertencia à minoria. Era um dos desprezados e rejeitados. Ele era diferente!!!!

16. E Eúde fez para si uma espada de dois gumes (Sl 149.6 - conforme hb 4.12, a Palavra de Deus é: 1º viva, 2º eficaz, 3º cortante, 4º penetrante, 5º hábil para discernir), de um côvado (+ OU - 50 CM, ou seja, uma Palavra pentecostal) de comprimento, e cingiu-a à coxa direita, por baixo das vestes (A Palavra de Deus  precisa e deve ser ministrada por uma vida revestida de santidade).

A espada na bíblia é um símbolo da palavra de Deus! Os dois gumes da espada falam da salvação e do juízo de Deus. A espada na coxa aponta para as promessas de Deus contidas em Sua palavra. Exemplos como no caso de Abraão e Eliezer, fazem menção à promessa do arrebatamento da igreja, Eliezer teria que buscar uma noiva para o filho de Abraão, Isaque. O Anjo do Senhor tocou na coxa de Jacó e ele foi transformado em Israel; Jacó fez José pegar em sua coxa e jurar que não o sepultaria no Egito.

17. E levou aquele tributo (o pagamento foi efetuado na cruz do calvário! Eúde levou esta mensagem ao rei Eglom) a Eglom, rei de Moabe. Ora, Eglom era muito gordo (obesidade mórbida – Eglom desfrutava dos prazeres do pecado):

18. Quando Eúde acabou de entregar o tributo, despediu a gente que o trouxera.

19. Ele mesmo, porém, voltou das imagens de escultura que estavam ao pé de Gilgal (Gilgal antes centro de adoração, agora antro de idolatria), e disse: Tenho uma palavra para dizer-te em segredo, ó rei. Disse o rei: Silêncio! E todos os que lhe assistiam saíram da sua presença (NÃO VIRAM PERIGO ALGUM EM EÚDE).

20. Eúde aproximou-se do rei, que estava sentado a sós no seu quarto de verão (o verão é o tempo da ceifa. Eglom estava maduro, pronto para ser ceifado - JL 3.13; Jo 4.35), e lhe disse: Tenho uma palavra da parte de Deus para dizer-te. Ao que o rei se levantou (é preciso se levantar para receber a Palavra de Deus. Ez 2.1) da sua cadeira.

21. Então Eúde, estendendo a mão esquerda, tirou a espada de sobre a coxa direita (LUGAR DE JURAMENTO, DE PROMESSA – GN 24.2,3; GN 47.29), e lha cravou no ventre.

22. O cabo também entrou após a lâmina, e a gordura encerrou (EUFEMISMO! O original hebraico diz “SAIU O ESCREMENTO, A IMUNDÍCIE”) a lâmina, pois ele não tirou a espada do ventre (a Palavra de Deus dentro do homem tem poder para transformá-lo):

23. Então Eúde, saindo ao pórtico, cerrou as portas do quarto e as trancou.

24. Tendo ele saído vieram os servos do rei; e olharam, e eis que as portas do quarto estavam trancadas. Disseram: Sem dúvida ele está aliviando o ventre na privada do seu quarto.

25. Assim esperaram até ficarem alarmados, mas ainda não abria as portas do quarto. Então, tomando a chave, abriram-nas, e eis seu senhor estendido morto por terra (a palavra de Deus derruba os maiores pecadores – morreu o “filho de um bezerro” {filho de satanás} para nascer um filho de Deus).

26. Eúde escapou enquanto eles se demoravam e, tendo passado pelas imagens de escultura, chegou a Seirá (PELUDO).

27. E assim que chegou, tocou a trombeta (TROMBETA DE CHIFRE DE CARNEIRO = a pregação do evangelho de Jesus. A trombeta é a pregação do evangelho, o chifre é a força e o poder do evangelho é o carneiro é a presença de Jesus que dá poder ao Evangelho) na região montanhosa de Efraim; e os filhos de Israel, com ele à frente, desceram das montanhas.

28. E disse-lhes: Segui-me, porque o Senhor vos entregou nas mãos os vossos inimigos (a maior derrota de Satanás é ver vidas se rendendo ao evangelho de Jesus), os moabitas. E desceram após ele, tomaram os vaus do Jordão contra os moabitas, e não deixaram passar a nenhum deles.

29. E naquela ocasião mataram dos moabitas cerca de dez mil homens, todos robustos e valentes; e não escapou nenhum.

30. Assim foi subjugado Moabe naquele dia debaixo da mão de Israel; e a terra teve sossego por oitenta anos.

Comentários: ADELSON MAKÁRIOS

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: