19/04/2016

A FESTA DOS TABERNÁCULOS - SUCOT

Lv 23:34-36

Nessa Festa, A Festa de Sucot, os judeus relembram o período do deserto, a caminho de Canaã, quando dormiam em tendas. Durante os SETE dias da festa os judeus praticantes comem suas refeições em cabanas que constroem nos pátios, terraços ou varandas de suas casas. Em seu aspecto agrícola, é a festa do fim da colheita, quando a safra está guardada nos celeiros, aguardando o inverno. São símbolos da festa quatro espécies vegetais:
etrog [fruto cítrico doce e aromático].
lulav [palma].
hadas [murta]
aravá [salgueiro].
Ao final de Sucot os judeus comemoram o fim do ciclo anual e o reinício de novo ciclo de leitura da Torá, com a festa de Simchat Torah [alegria da Tora]. Na sinagoga, a Torá é ornada com seus mais belos paramentos, e a congregação dança com a Torá.

NOTA: Esta festa hebraica mostra-nos diversos ensinamentos.

Ensinamento 1
Durante sete dias consecutivos o povo hebreu deixava suas casas, passando a residir temporariamente em cabanas no deserto, numa alusão à primeira morada de seus antepassados após a libertação do Egito [Lv 23 42-43]. O FATO, para a geração de hebreus que tomou o país de Canaã, gerava sempre uma nova experiência a esse povo que, logicamente, não conhecera esse lado residencial de seus antepassados.

O CRENTE da Nova Aliança precisa buscar uma nova experiência espiritual residencial prática no universo do Evangelho de Jesus. Isto é, abandonar a casa carnal e habitar não temporariamente, mas eternamente no Corpo de Cristo, a Igreja no aspecto invisível. PRECISAMOS MUDAR DE HÁBITO.

Ensinamento 2
A Festa dos Tabernáculos aponta para os grandes e infindos momentos de glória da Igreja logo após o arrebatamento:

PRIMEIRO: Logo após deixar a terra, literalmente transformados, os santos encontrar-se-ão com Jesus nas nuvens celestiais. 1ª Grande Festa.
SEGUNDO: Logo após o encontro com Cristo nas nuvens celestiais, a Igreja será conduzida à Sala do Tribunal de Cristo para recebimento de galardões. 2ª Grande Festa.
TERCEIRO:: Logo após deixar a Sala do Tribunal de Cristo, a Igreja será conduzida pelo Senhor à Sala do Trono de Deus onde não somente será literalmente justificada, mas também receberá honras especiais ao lado do Senhor. 3ª Grande Festa.
QUARTO: Logo após deixar a Sala do Trono de Deus a Igreja será conduzida às Bodas do Cordeiro, onde permanecerá em clima festivo durante os sete anos da Grande Tribulação na terra. 4ª Grande Festa.
QUINTO: Após as Bodas do Cordeiro a Igreja gozará as delícias do Milênio na Jerusalém Celestial. 5ª Grande Festa.
SEXTO: A Igreja, o povo judeu e gentios salvos, procedentes do Milênio, penetrarão na eternidade futura com Deus, Jesus, O Espírito Santo, os Anjos.... 6ª Grande Festa. Definitivamente mudaremos de residência. Aleluia!

Pr Joel Machado
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários: